EXCELÊNCIA EM ATENDIMENTOS ONLINE

Estamos vivendo faz tempo num mundo frenético, comparado ao nosso passado. A informação dobra em menos de um ano em praticamente todas as áreas de conhecimento. As mesmas 24 horas precisam ser distorcidas para que possamos fazer o que sempre fizemos e lidar com novas tendências, padrões e um fluxo intermitente de mudanças. Pessoas precisam ser atendidas, treinadas e assistidas constantemente mais do que em qualquer outra época, com menos tempo e logística para aderirem aos procedimentos convencionais de terapias, coaching, treinamento, negócios e interações interpessoais em geral.

Com o desenvolvimento da internet e das tecnologias, o acompanhamento online de pessoas seja para fins de aulas, atendimentos, coaching, gestão e orientações passaram a fazer parte da rotina de muitos profissionais,como psicólogos, terapeutas em geral, coaches, professores, treinadores,vendedores e gestores em geral, entre muitos outros. De um dia para outro criou-se uma forte demanda, mas muitos desses profissionais não tiveram preparo e treinamento adequados para um desempenho mínimo de qualidade e eficácia.

Embora soe como algo “simples e pontual” (tipo ligue seu dispositivo e faça seu trabalho), o processo pode ter um melhor resultado, de acordo com minha experiência, quando alguns fatores são considerados e algumas abordagens são utilizadas. Muitos desses fatores a meu ver “essenciais” ainda não são ensinados nas escolas, universidades e programas tradicionais de treinamento.

Tornar-me Master Trainer em PNL, Coaching e Hipnose além de psicólogo clínico me deu um conjunto único de ferramentas as quais penso que otimizam e facilitam dramaticamente todas as minhas interações interpessoais em geral, especialmente os atendimentos online, pois não estamos no mesmo ambiente que a pessoa, e precisamos que seu desempenho seja o mais parecido possível como que acontece nas sessões presenciais. O que seria simples pode dar errado sem alguns cuidados, leituras e abordagens específicos.

Tudo faz diferença. Desde a escolha dos meios mais apropriados aos cuidados em usar  fatores estratégicos para o sucesso na sessão, aula, treinamento, reunião de negócios ou processo de interação interpessoal. Quais instrumentos de comunicação são mais apropriados para os clientes? Qual o tipo de interatividade pretendida?

O cliente precisa sentir segurança e consistência no processo, e deve haver um comprometimento mútuo tanto dele(s) quanto do terapeuta para que o processo aconteça e seja um sucesso, seja terapia de longa duração, terapia breve ou focal, coaching, mentoria, reunião de negócios ou alguma forma de ensino ou interação entre pessoas. E com o ambiente virtual é muito fácil o processo perder-se sem a atenção para alguns fatores críticos, alguns dos quais comento a seguir.

Mapear o cliente , ajudar com que o mesmo alcance seus objetivos fica mais fácil quando pensamos sobre seus modelos de mundo e modelos mentais, compreendendo seus padrões, necessidades, valores e motivações,inclusive os valores pessoais e coletivos introjetados e o impacto que eles tem não só para a compreensão do cliente, quanto para a escolha das abordagens e processos mais apropriados.

Terapias, ensinos e orientações promovem mudanças nas pessoas, e essas geram novos significados, os quais criam estados que influenciam nossa fisiologia e o que fazemos no mundo, processo identificado há cerca de cinquenta anos pela PNL e reforçado de outras formas pelo trabalho de Joe Dispenza Ph.D., estudando a complexa mecânica do efeito placebo em nossas vidas, fatores esses que devem ser conhecidos por quem trabalha com pessoas.

Com a programação neurolinguística, mapeamos o cliente e cuidamos da eficácia da comunicação, inclusive aprendemos como fazer rapport com nossos interlocutores, pois precisaremos “encontrá-los”  em seus modelos de mundo para que tenhamos uma chance de que possamos ajuda-los a abrirem-se  verdadeiramente para o trabalho proposto. Essa abordagem vai desde a identificação dos modelos mentais à percepção de sutilezas em seus processos únicos de comunicação e expressão.

Um dos fatores decisivos para um melhor rapport com clientes é compreender como usam seus sistemas representacionais, e quais deles utilizam mais para pensar. Alguns são mais visuais, pensando predominantemente em imagens mentais. Outros são mais auditivos, especialmente sensíveis às palavras e sons. Outros pensam mais como que refletindo consigo em seus diálogos internos,ao passo que outros ainda são mais voltados para sensações corporais e emoções.Profissionais de atendimentos também tem seus sistemas preferidos e tendem a privilegiá-los no trabalho, o que pode divergir com o sistema predominante em seus clientes e interlocutores, o que pode trazer mais probabilidade de falhas na comunicação e compreensão dos conteúdos e práticas.

Inúmeras outras abordagens da PNL são importantes. Apercepção de como as pessoas estruturam sem se dar conta seus “programas mentais” ,  suas crenças  e histórias, as quais passam a nos guiar e orientar de forma inconsciente inclusive, além do entendimento de como usamos os Níveis Neurológicos, envolvendo focos estratégicos e uso específico deformas de processar neurologicamente a realidade. Clientes harmonizam-se e encontram soluções de forma mais fácil quando harmonizam como se relacionam com seus ambientes, quando pensam sobre os comportamentos mais predominantes, as estratégias mentais que adotam, os valores e crenças que estrutura, o senso de identidade que desenvolvem, além do senso de propósito, visão e missão os quais orientam suas vidas.

Para que os interlocutores mergulhem nas práticas e orientações, elementos estratégicos da linguagem hipnótica produzida por Milton Erickson e modelada pela PNL são essenciais para que melhor possam mergulhar em seus processos mentais internos.

Outra estratégia essencial é a modelagem de um desafio a ser superado ou habilidade a ser otimizada, pois poderemos entender de forma sistêmica como estamos mantendo padrões em nossas vidas e onde –especificamente – podemos agir para construir melhores resultados.

Os atendimentos, cursos e treinamentos on-line são mais do que uma tendência do momento.

Com a pandemia do Corona Vírus passaram a ser mandatórios.Uma necessidade para ajudar pessoas e preservar vidas. Uma estratégia essencial para situações de limitações por doenças, riscos de quarentena e contaminação ou impossibilidades diversas.

Eles efetivamente atuam, em geral,  resolvendo questões envolvendo pessoas com dificuldades para aderirem aos procedimentos tradicionais muitas vezes por falta de tempo ou logística, ou para satisfazer aqueles que preferem aprender ou se transformar no conforto de seus ambientes preferidos.

Quer aprender mais sobre como realizar atendimentos online de forma realmente efetiva? O nosso professor André Percia estará ministrando um treinamento sobre atendimentos no online. Saiba mais clicando aqui se você é do Brasil e se você é de Portugal clique neste link.

X