5 dicas para ler a linguagem corporal

Todo mundo gostaria de saber se a pessoa com quem está falando está mentindo, não é mesmo?

Já pensou saber o que os seus amigos estão sentindo? Sua namorada?

Não, você não precisa ter poderes telepáticos para fazer isso. Você pode aprender tudo isso através da leitura da linguagem corporal e microexpressões das outras pessoas. Para isso, você precisa estudar muito com apoio de livros, cursos e etc.

Hoje, separamos 5 dicas que vão te ajudar a aprender linguagem corporal muito mais rápido.

#Dica 1 – Observar ao invés de olhar

Quando você inicia os estudos em linguagem corporal, você precisa começar a observar as pessoas ao invés de simplesmente olhá-las. Ou seja, você precisa estar sempre atento às situações que estão acontecendo a sua volta, pode ser em uma lanchonete, na faculdade, na roda de amigos ou em qualquer lugar.

Sempre se atente à postura de cada pessoa, ao contexto e todas interações que estão acontecendo. A partir disso, será mais fácil saber o que as pessoas estão sentindo e extrair informações valiosas para o seu aprendizado.

Então, fique mais atento às situações do seu dia a dia, uma simples caminhada na praça ou uma pausa pro lanche pode ser uma boa oportunidade de estudo.

#Dica 2  – Observe pessoas que você conhece a muito tempo

Observar familiares e amigos de longa data pode ser uma boa opção. Como você os conhece há muito tempo, você sabe que algumas atitudes podem desencadear certas emoções e isso pode ser muito interessante pros seus estudos.

Se você sabe que a sua namorada não gosta de jiló, por exemplo, você pode mostrar um para ela no supermercado e perguntar como ela acha que ficaria no arroz. A expressão dela, com certeza, será de nojo.

Mas, cuidado para não passar dos limites e desencadear muitas sensações ruins, bom senso sempre é bom.

#Dica 3 – Pratique com um amigo (de surpresa)

amigos surpresa

Praticar com um amigo pode ser muito legal, desde que isso seja feito sem que ele saiba. De vez em quando, coloque-o em uma situação desafiadora, talvez fazendo uma pergunta ou lembrando ele de alguma situação que não goste muito.

Feito isso, ele vai esboçar uma reação… Pergunta para ele o que ele sentiu e veja se você acertou. Mas, cuidado para não abusar e passar dos limites, faça isso corriqueiramente, caso contrário, seu amigo já estará esperto e poderá esboçar a expressão errada

#Dica 4 – Observe a harmonia de cada expressão

linguagem corporal

Não basta analisar apenas uma parte do corpo e tirar conclusões de imediato, é preciso observar todo o corpo e a harmonia entre as partes. Observe os olhos, a expressão facial, a postura e em qual direção o corpo está inclinado.

Observe também o ambiente e a situação, tudo isso deve ser levado em conta no seu julgamento. Braços cruzados nem sempre significam que a pessoa está retraída e tímida, pode ser apenas frio.

Por isso, é importante analisar o contexto como um todo, senão você se tornará um péssimo leitor de linguagem corporal e seus julgamentos, provavelmente, serão errados.

#Dica 5 – Faça anotações

anatoções

Como em qualquer área de estudo, fazer anotações é essencial. Anote tudo aquilo que você estuda nos livros e nos cursos e tudo que você observa para uma análise posterior.

Desta forma, você evita que algo seja esquecido e tudo fica documentado. Com o tempo, você terá um material digno de Sherlock Holmes. Certifique-se de periodicamente rever anotações antigas também, pelo menos uma vez por mês, muitas sacadas podem vir desses estudos.

Recapitulando

Então, essas foram as dicas de hoje:

#Dica 1 – Observar ao invés de olhar

#Dica 2 – Observe pessoas que você conhece há muito tempo

#Dica 3 – Pratique com um amigo (de surpresa)

#Dica 4 – Observe a harmonia de cada expressão

#Dica 5 – Faça anotações

Quer ir além da linguagem corporal e aprender sobre microexpressões faciais? Clique abaixo e baixe nosso eBook gratuito.

mockup ebook introdução micro expressões faciais 2.0

X